Posso recusar minha aposentadoria que acabou de sair?

Só poderá cancelar se ainda não mexeu em nada o dinheiro que foi depositado no banco pelo INSS e nem sacou o PIS ou FGTS. Caso movimentou um destes, o INSS não aceita mais cancelar a aposentadoria.

Ninguém sabe ainda o que vem com a nova lei. Pelo que dizem, irão acabar com a regra 85/95.

Tem o direito assegurado pela lei atual mesmo cancelando a aposentadoria concedida pelo Fator Previdenciário, já que tem mais de 35 anos de contribuição. Dizem que a nova lei não pode mexer em quem já tem o tempo de contribuição completo e mais de 50 anos de idade.

Veja na folha de cálculo do INSS (deve ter recebido) – O valor que iria receber pela lei 85/95 seria o total sem usar o cálculo do Fator (disse que foi de 0,725%).

Fica a dúvida: Será que a nova lei vai acabar com o 85/95 para todos? até para no seu caso que precisa trabalhar e contribuir por mais um tempo? Caso não mudem, compensa esperar mais 1,5 anos para pegar o valor integral.

  • Para cancelar, leve a cartinha que recebeu no INSS e diga que não concorda com o valor do benefício e quer pegar pela lei 85/95, por isso quer cancelar. Eles irão cancelar e espera sair a nova lei.
  • Em último caso, no máximo entra novamente com o pedido e vai receber o mesmo que saiu agora. Isso se a nova lei acabar com o 85/85.

O seu direito já está assegurado (mesmo cancelando) e só esperar ser aprovado no Senado Federal a nova lei, se ver que acabaram com a chance dos 85/95, imediatamente entra com um novo pedido de aposentadoria. O INSS já tem tudo lá e vai aprovar.

Agora é com você de ver o que vai fazer, mas acho que vale tentar pegar um valor maior, já que falta só mais 18 meses de contribuição.

 

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Por: fslonikEm: 23 de novembro de 2016 | Em Perguntas e Respostas  |

12 respostas para “Posso recusar minha aposentadoria que acabou de sair?”

  1. Divino José de Sousa disse:

    Boa tarde! Minha mãe acabou de se aposentar pelo fator previdenciário.
    Ela está pensando em cancelar e esperar o fator 85/95. Só faltam 2 anos e meio para completar o 85/95. Ela tem 49 anos e faz 50 em 04/03/17 e já tem 31 anos de contribuição. Pergunta:
    Após a chegada da carta para receber o primeiro salário da aposentadoria. Temos quantos dias para dar entrada no cancelamento? Ou podemos guardar essa carta por uns 6 meses e esperar o resultado da nova lei no Congresso?

    • fslonik disse:

      Não podem esperar, assim que receber a carta devem levar no INSS e dizer que não concordam com o valor do benefício e querem cancelar. Caso usem o dinheiro que chegou no banco referente o benefício, aí não podem mais cancelar.
      Tem a nova lei chegando e dizem que quem ainda não tem 50 anos só vai se aposentar com 65 anos. Por isso é o risco de cancelar e se a lei for aprovada antes dela completar 50 anos de idade, pode ser que entre na lei nova para se aposentar só com 65 anos.
      Outra coisa, dizem que a nova lei vai acabar com a lei 85/95 e aí não vai adiantar nada ficar esperando.
      Para sair da dúvida, levem a carta no INSS e perguntem até quando podem esperar para cancelar. Aí só ficar acompanhando o que vai dizer a nova lei que deverá ser votada no Congresso ainda em dezembro.

  2. Reginaldo disse:

    A uma grande confusão entre DESISTÊNCIA E NÃO CONCORDAR COM O VALOR DO BENEFICIO DE APOSENTADORIA DO ISS.

    Confunde porque a própria legislação fala que após receber o primeiro pagamento não poderá mais desistir da aposentadoria que se torna irrevercivel com isso acabamos confundindo o direito de recorrer sobre os direitos que foram indeferidos com desistencia, pois a maneira que se anuncia pode se entender que se não concordar com o valor deferido deve pedir desistencia antes de sacar o primeiro pagamento.Não tem nada haver uma coisa com outra. A legislação que trata da desistencia esta se referindo que quem se aposenta e confirma recebendo o primeiro pagamento não poderá desistir mais porque já esta aposentado, pois é uma forma de evitar que depois de aposentado se faça adesemposentação, desista da aposentadoria após algum tempo ou anos e requeira nova aposentadoria porque não parou de trabalhar e contribuiu mais com valores maior e tem mais idade, então pularia de uma aposentadoria de menor beneficio e iniciasse outra com maior beneficio e isso seria uma pratíca que a maioria dos aposentados fariam e não teria fim.
    No entanto ao receber a carta de concessão de beneficio mesmo não concordando com o valor porque foram indeferidos direitos que acredita que tem, deve receber o que esta deferido e entrar com recurso para que seja feita nova analise e se deferido somem no valor do beneficio inclusive os atrasados desde o agendamento.Ainda assim sendo indeferido poderá recorrer ao Conselho e posteriormente a Justiça federal que encerrará a questão com a decisão se deferir o INSS se obrigará a aceitar a decisão e recalculará o valor do beneficio e pagará inclusive os atrasados desde o agendamento.

  3. renato motta disse:

    boa tarde, tenho 48 anos e completo 50 em marco de 2019.
    entrei no mercado de trabalho em 1984 e possuo 33 anos de contriubicao ao INSS. em duas empresas; de calcados e metalurgica.
    entrei com o pedido de aposentadoria em Dezembro de 2016 e foi concedido em junho de 2017 com um fator previdenciario de 50%.
    como achei muito alto o desconto, decidi entrar com o pedido de aposentadoria especial por ruido alto atraves de um advogado que afirmou que estava aposentadoria concedida poderia ser requerida a qualquer momento.
    e esta e a minha duvida; o advogado tem fundamentos para afirmar isto.
    agradeco pela atencao.
    Renato Motta.
    desculpe pelo teclado americano

  4. NILTON GUERINO FERRARI disse:

    Bom dia!

    Tenho 48 anos e 35 de contribuição(comprovei agricultura e INSS)
    encaminhei aposentadoria em 10/2017
    consultei no INSS e deu beneficio concedido
    só que ficou baixo o valor e índice apenas 52%
    posso recusar e trabalhar mais um tempo, pra ver se este índice melhora, não saquei nada ainda
    na verdade encaminhei pensando que a lei nova fosse entrar em vigor o que não aconteceu

    • fslonik disse:

      Pode recusar sim, mas precisa ir a uma agência do INSS e formalizar o pedido. Lembrando que não pode mexer no dinheiro que o INSS mando.
      O INSS cancela e aguarda um pouco para melhorar o cálculo.

  5. Carlos disse:

    Saiu minha aposentadoria por tempo de serviços em 22/05/18 com calculos de 22/10/17 , só quem em 15/05/18 entrei na regra 85/95, posso cancelar e pedir revisão para regra 95?

    • fslonik disse:

      Pode pedir para cancelar, mas para ser aceito não pode ter sacado nenhum valor depositado pelo INSS. Depois entra com um novo pedido de aposentadoria.

  6. José Carlos Castro disse:

    Bom dia , completei 35 anos de contribuição em novembro de 2017 com 51 anos de idade em fevereiro do mesmo ano. pedi aposentadoria em novembro e foi concedida em 11/06/2018 porem ainda não recebi a carta! Já sei do valor do beneficio e achei pouco , a questão é; pego o beneficio mesmo assim para garantir ou cancelo para tentar melhorar o valor? Se cancelar quanto tempo apos posso refazer o pedido?

    • fslonik disse:

      Pode cancelar e refazer o pedido quando achar melhor. Como já tem o tempo de contribuição exigido por lei,
      mesmo que venha a nova lei, terá sua aposentadoria assegurada pela lei velha ou optar pela nova,
      qual for a mais favorável.

  7. Max Antonio Queiroga da Silva disse:

    Consegui a minha aposentadoria através de uma ação judicial, porém não concordo com o valor oferecido pelo o INSS, gostaria de saber se mesmo sendo por uma decisão judicial se posso desistir da aposentadoria .
    Aguardo retorno

    • fslonik disse:

      Pode desistir, mas para isso não pode mexer no dinheiro depositado pelo INSS e nem sacar PIS ou FGTS. Deve imediatamente entrar com um pedido de cancelamento em uma agência do inss dizendo que não concorda com os valores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *