Esperar a nova lei ou se aposenta agora

É uma dúvida sem resposta, isso porque, ainda não se sabe como ficará a nova lei. Tudo poderá ser modificado no Congresso Nacional, mas sempre puxando para o lado do trabalhador.

No se caso, se pedir a aposentadoria agora, vai perder pouco mais de 30% do valor da média das contribuições.

Se esperar a nova lei, pelo texto atual, vai pegar 51% da média de todas contribuições, mais 1% por ano trabalhado, que será:

51% + 31 = 82% sobre a média das contribuições. De uma forma ou de outra, não tem como dizer qual será a melhor.

Pense bem e decida por uma delas, agora com menos de 70% ou depois com 82%. Ainda que, se adiar sua aposentadoria, cada ano trabalhado conta mais 1%.

7 comentários em “Esperar a nova lei ou se aposenta agora”

  1. tenho 51 anos de idade e 30 anos 7 meses de contribuição, sou professora b da prefeitura de medeiros neto BA e durante esses 30 anos e 7 meses trabalhei e contribuir 4 anos para o estado. gostaria de saber se tenho direito a a aposentadoria integral ??

    Responder
    • Para ter integral só pela lei 85/85 e no seu caso faltam 3 anos (51 + 31 = 82 menos 85 = 3) e vai pegar a nova lei que será igual para todos.
      Pela lei atual, vai perder uns 32% do valor da média do benefício.
      Como já tem o tempo completo de contribuição, poderá se aposentar a hora que quiser pela nova lei.
      Caso não alterem, a nova lei diz que:
      51% da média das contribuições mais 1% por ano trabalhado, que será:
      51% + 31 (anos trabalhados) = 82% sobre a média das contribuições e cada ano que prolongue a aposentadoria, soma mais 1%.

      Responder
    • Pode agendar e pedir para o INSS fazer o levantamento correto do seu tempo de contribuição e valor do benefício.
      O INSS tem tudo no sistema e é a melhor forma de saber.

      Responder

Deixe um comentário