Contribuição de INSS de autônomo

Para pagar o INSS como autônoma é simples, vai na livraria e compra um carnê para recolher o INSS. Pode recolher 11% (pela lei atual) sobre 1 Salário Mínimo e preencher com o código de trabalhador autônomo.

A nova lei poderá alterar esta porcentagem ou o valor a recolher, mas isso é só depois de assinada que deverá ser lá por junho deste ano.

Quanto ao tempo que trabalhou de doméstica, é só pegar sua carteira profissional e ir em uma agência do INSS para que eles informem o tempo recolhido.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Por: fslonikEm: 1 de fevereiro de 2017 | Em Perguntas e Respostas  |

2 respostas para “Contribuição de INSS de autônomo”

  1. Valter Antonio Strozzi disse:

    Tenho 63 anos e tempo de contribuição de 19 anos… Como fica com a nova lei.. Terei que contribuir quantos anos para poder aposentar por idade, nesse caso tem pedágio também não?? Sei que a princípio irá mudar para 25 anos, terei que contribuir mais 6 anos???

    • fslonik disse:

      A nova lei diz que só o tempo mínimo será de 25 anos de contribuição, mesmo para se aposentar por idade que é de 65 anos.
      Quem ainda não tem 65 anos de idade, terá que pagar um pedágio de 50% do tempo faltante para completar os 25. No seu caso, tem 19 de contribuição e faltam 6 anos. Sobre estes 6 soma mais 50% e vai para 9 anos.
      Caso não alterem nada no que diz hoje o projeto da nova lei, terá que trabalhar mais 9 anos para se aposentar.

      Acompanhe a definição da nova lei que estão querendo alterar vários ítens, inclusive este de quem está próximo da idade ou do tempo de contribuição que serão penalizados duramente, como seria o seu caso, trabalhar até os 72 anos para se aposentar por idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *