Aposentadoria especial por ruído

Veja bem, o que vai valer são os documentos comprovando que tinha exposição a ruídos na época que estava exercendo a função e quem analisa os dados oficiais são os peritos do INSS quando pedir sua aposentadoria.

Caso ache que está incorreto, pode solicitar a empresa uma revisão, mas geralmente vai continuar valendo o que foi feito oficialmente na época.

Se a empresa não atender a solicitação, então o caminho é via justiça para tentar provar que o que foi feito não está certo, mas geralmente é demorado e poderá retardar sua aposentadoria.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Por: fslonikEm: 6 de março de 2017 | Em Geral  |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *