Não fez o alistamento militar? Saiba como resolver

  • Prazo do alistamento militar;
  • Serviço militar;
  • Alistamento militar obrigatório.

Se você completou ou completará 18 anos nesse ano e perdeu o prazo de 30 de junho para fazer o seu alistamento militar obrigatório, saiba que está em débito com o serviço militar e precisa resolver a sua situação junto ao Exército.

Ler maisNão fez o alistamento militar? Saiba como resolver

Em agosto você poderá sacar o seu PIS ou PASEP

  • Saque do PIS;
  • Abono salarial;
  • Contas inativas do PIS.

Se você foi uma das pessoas que não conseguiu receber suas cotas do PIS ou do PASEP no último mês, pode ficar tranquilo porque a partir do dia 14 de agosto será possível receber o saldo ao qual você tem direito.

Ler maisEm agosto você poderá sacar o seu PIS ou PASEP

Inscrições para o ProUni começam dia 26

As inscrições para o ProUni abrem na próxima semana e você não pode perder a chance de fazer um curso universitário!

Se você tem o sonho de fazer um curso universitário, você terá uma chance incrível agora no próximo dia 26.

Ler maisInscrições para o ProUni começam dia 26

Abono salarial: quem não sacou o de 2016 pode sacar até dia 29

  • Saque de cotas do PIS;
  • Saque do abono salarial;
  • Pagamento do abono salarial.

As pessoas que trabalharam em 2016 e que tem direito a sacar o abono salarial podem ir até dia 29 de junho no Banco do Brasil (para quem recebe PASEP) e na Caixa Econômica (para quem recebe o PIS) para fazer o saque de até um salário mínimo.

Ler maisAbono salarial: quem não sacou o de 2016 pode sacar até dia 29

O sonho da casa própria: o que fazer para financiar pelo Minha Casa, Minha Vida?

  • O que fazer para participar do programa Minha Casa, Minha Vida;
  • Qual a faixa de renda necessária para conseguir financiar o imóvel;
  • Qual a documentação necessária para fazer o financiamento.

O Programa Minha Casa, Minha Vida foi criado em 2009 a fim de permitir que mais e mais brasileiros conquistassem um grande sonho: o de ter um lugar para morar.

Como conseguir remédio caro de graça

Fazer curso universitário de graça com o ProUni

De 2009 até 2015, mais de quatro milhões de brasileiros colocaram os pés em suas novas casas. Dessa vez, sem aluguel e com seus próprios nomes em suas escrituras.

De lá pra cá, além de garantir moradia digna para milhões de famílias por ele beneficiadas, o Programa também garantiu e manteve um grande aquecimento da construção civil. Afinal, muitas e muitas casas foram construídas, garantindo também emprego e renda para quem mais precisava.

Hoje, com regras que observam atingir ainda mais pessoas através dessa modalidade de financiamento da casa própria, o Programa continua sendo extremamente benéfico para milhões de pessoas ano após ano.

E se você é uma dessas pessoas que também sonham com o dia em que entrarão em suas casas próprias pela primeira vez, veja qual a documentação e os critérios para poder participar do Programa Minha Casa, Minha Vida.

Critérios de participação do Programa Minha Casa, Minha Vida

Em 2017 novas regras passaram a valer para atrair ainda mais pessoas para o sonho da casa própria, livre de aluguel, com segurança e estabilidade.

Com essas novas regras, mais e mais pessoas poderão ter acesso a um lugar novo para morar, com parcelas que cabem no bolso.

As novas faixas de rendimento hoje se identificam assim:

  • Faixa 1: rendimento bruto familiar de até R$ 1.800,00;
  • Faixa 1,5: rendimento bruto familiar de até R$ 2.600,00;
  • Faixa 2: rendimento bruto familiar de até R$ 4.000,00;
  • Faixa 3: rendimento bruto familiar de até R$ 9.000,00.

Documentação a ser entregue para participar do Programa

Todos os que possuem renda na composição familiar devem ter em mãos os seguintes documentos:

Documentos pessoais

  • Carteira de Identidade
  • Cadastro de Pessoa Física
  • Carteira de trabalho

Comprovantes de estado civil

  • Para solteiros: certidão de nascimento
  • Para casados: certidão de casamento
  • Para separados ou divorciados: certidão de casamento averbada

Demais documentos

  • Comprovante de renda (holerites)
  • Comprovante de residência atual
  • Declaração de contribuição do imposto de renda (se for o caso)

Reunida essa lista de documentos, basta agora procurar sua casa nova e verificar a possibilidade de financiamento pelo Programa Minha Casa, Minha Vida.

Se a resposta for positiva, basta procurar uma agência da Caixa Econômica Federal com seus documentos em mãos!

Tabela de contribuição mensal do INSS

Alguns cálculos presentes na folha de pagamento são de difícil compreensão para o trabalhador.

“Perguntas e Respostas sobre Aposentadoria dos leitores do Guia Governo”

Tire suas dúvidas sobre aposentadoria aqui

Logo que recebemos o contracheque, logo ao fim do mês de trabalho, sempre aparecem descontos que nem sempre são fáceis de entender e que muitas vezes geram dúvidas sobre quais são exatamente as finalidades dos descontos do nosso salário.

O INSS – Instituto Nacional do Seguro Social – é um órgão que serve para ser uma das ferramentas de amparo ao cidadão. Seja em caso de doença, seja em caso de aposentadoria ou mesmo de falecimento de um aposentado cuja família dependa da renda, é o INSS que pode auxiliar o cidadão que dele precisar.

No entanto, alguns são os critérios que fazem de uma pessoa apta ou não para usufruir dos direitos que ela pode requerer junto ao INSS e o tempo e a forma de contribuição são algumas delas.

Tabela de contribuição mensal do INSS

 

Anualmente alguns cálculos precisam ser feitos para que nunca o número de pessoas que usufruem dos seus direitos adquiridos junto ao INSS seja mais numeroso do que a quantidade de trabalhadores em exercício de suas funções e que contribuam com o Instituto.

Uma vez observada a questão da proporcionalidade de contribuintes versos segurados recebendo recursos do INSS, é importante verificar como será a distribuição das quotas de aposentadoria que todas as pessoas com registro em carteira de trabalho devem recolher mensalmente.

E, obviamente, para que não exista risco para o empregado e nem para o empregador, é necessário que todas as partes envolvidas nesse trabalho estejam a par dos descontos do INSS que são e que devem ser gerados na folha de pagamento.

E, para isso, disponibilizamos a tabela dos pagamentos que devem ser feitos através de descontos em contracheque. Veja se os seus descontos estão sendo feitos corretamente:

Perceba: para cada faixa de salários dos trabalhadores domésticos há também uma alíquota fixa da quantia que se deve parar ao funcionário e contribuinte da empresa.

Abaixo, veja como é feito o desconto para demais contribuintes e suas faixas de salário:

Perceba: nas diferentes faixas salariais também há a adequação da quantidade que cada um deve pagar, gerando, assim, proporcionalidade entre valore a receber e a valores a pagar.

E a data de pagamento também é um dado muito relevante aqui: ele deve ser feito até o dia 15 do mês seguinte após aquele que está sendo declarado, para tudo dar certo na vida do trabalhador no momento que ele necessitar do amparo do INSS.

 

O programa Mais Médicos receberá apoio de médicos estrangeiros por mais cinco anos

O Ministério da Saúde anunciou, nessa última terça-feira, dia 13, que firmou um termo de cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde para renovar por mais cinco anos a ação de médicos cubanos para o programa Mais Médicos.

Como fazer o Simples Doméstico cadastramento e recolhimento de impostos

Incluir o tempo rural parcial na aposentadoria por tempo de contribuição

Esse documento formalizará a permanência desses médicos no país em caráter de intercâmbio, dando à população brasileira assistência médica básica em caráter continuado.

Esse termo assinado entre as duas instituições também considera a qualificação dos médicos – tanto os recebidos pelo Brasil quanto os brasileiros – como item essencial, bem como a troca de experiências de governo na atenção à saúde como formas de garantir melhor qualidade no atendimento à população.

Vale lembrar que, apesar de muito criticado no seu início, o programa Mais Médicos amplia o acesso à saúde e garante que mais pessoas tenham consignadas as garantias de que o Sistema Universal de Saúde continuará prestando atendimento à população brasileira, diminuindo tempos de espera e filas que dificultavam muito seu uso.

O programa também previa que médicos fossem encaminhados para regiões brasileiras que antes tinham grande deficiência no atendimento de saúde básica, uma vez que não havia pessoal qualificado para exercer as funções de forma a assegurar saúde e qualidade de vida para os habitantes de mais de quatro mil municípios brasileiros, beneficiando mais de 63 milhões de pessoas que antes tinham carência de atendimento de saúde.

É também essa ação do governo que hoje mantém médicos situados em 34 distritos de atendimento à população indígena, que antes tinha o acesso à saúde ainda mais dificultado por conta de sua especificidade.

Além de médicos estrangeiros, médicos brasileiros – o Mais Médicos em números

É fundamental também lembrar que no último ano houve um salto quantitativo importante no número de médicos brasileiros formados no Brasil que atuam também no Mais Médicos.

Dados revelam que em 2016 esse número de médicos era de apenas 3,8 mil, mas em 2017 já soma 5,2 mil, representando uma alta de 38% na população participante das ações que levam realmente saúde para quem mais precisa dela – a população desatendida e carente de hospitais e sistemas complexos de atenção.

Hoje, os números da ação governamental para garantir saúde básica para a população são os seguintes:

  • 8,5 médicos cubanos em regime de cooperação;
  • 8,4 mil médicos brasileiros formados no Brasil ou fora dele – com certidões de equivalência fornecidas pelo Ministério da Saúde;
  • 438 médicos intercambistas de outras nacionalidades, atuando sob regime e caráter temporário.