Como fazer o Simples Doméstico cadastramento e recolhimento de impostos

O governo disse que o Simples Doméstico chegou para facilitar a vida da dona de casa que vai ter que fazer o cadastro no sistema, do patrão ou patroa e da empregada, mas não é tão simples assim, e vai tomar um certo tempo para conseguir fazer o cadastramento.

Mas, depois de feito e finalizado, aí fica simples para todo mês entrar no cadastro e emitir a guia de pagamento dos impostos que vencem todo o início de cada mês, até o dia 07 ou antecipar caso caia em finais de semana ou feriados.

O conselho do governo é o seguinte:

No início do cadastro no eSimples, tem a lista da documentação que você irá precisar para fazer o cadastro, tanto seu, quanto de sua empregada. (cadê a lista?)

Junte toda a documentação, como carteira de trabalho, certidão de nascimento (No início do eSimples não tem esta lista e nem diz como encontra-la).

Tudo é muito confuso e não é claro como:

  • Documentação necessária para cadastramento seu e de seu empregado – não tem no início do site
  • Reclamação ou tirar dúvidas: Não está claro e é preciso ir pra lá e pra cá e ainda chega em um ponto que dia: Reclame para a ouvidoria
  • Deveria tem um botão dizendo: Cadastramento aqui do empregador
  • Deveria ter outro dizendo: Pagar os impostos aqui
  • Simplesmente, como tudo o que é do governo é complicado e cheio de exigências, nada de simples tem o eSimples.

Novo comércio aparecendo:

Resumindo: Vai tem muitos patrões que terão que além de pagar os impostos, contratar uma empresa especializada só para fazer o cadastramento e controlar o pagamento dos impostos, abrindo assim, um novo mercado de profissionais, os escritórios do eSimples.

Quem tem empresa, fica mais fácil, pode pedir ajuda ao seu profissional de contabilidade que ele irá fazer sem problemas, já que está acostumado com a burocracia diáriamente para levar em dia a contabilidade das empresas.

Veja no site do eSimples como fazer o cadastramento do empregado doméstico.

Simplifiquem e não compliquem a vida do povo.

Quem faz o sistema do eSimples é burocrático demais e não tem nem ideia de que quem vai usar são pessoas, na maioria, que não tem intimidade com o computador e querem é simplicidade para preencher os dados.

Enfim, Lei é Lei e temos que nos adaptar ao novo sistema para evitar complicações futuras e apesar de complicado o sistema, a regularização da profissão de empregada doméstica foi um grande avanço, garantindo os mesmos direitos de todos os empregados que trabalham nas indústrias e no comércio.

Compartilhe no Facebook

Curta no Facebook: