Tabela de contribuição mensal do INSS

Alguns cálculos presentes na folha de pagamento são de difícil compreensão para o trabalhador.

“Perguntas e Respostas sobre Aposentadoria dos leitores do Guia Governo”

Tire suas dúvidas sobre aposentadoria aqui

Logo que recebemos o contracheque, logo ao fim do mês de trabalho, sempre aparecem descontos que nem sempre são fáceis de entender e que muitas vezes geram dúvidas sobre quais são exatamente as finalidades dos descontos do nosso salário.

O INSS – Instituto Nacional do Seguro Social – é um órgão que serve para ser uma das ferramentas de amparo ao cidadão. Seja em caso de doença, seja em caso de aposentadoria ou mesmo de falecimento de um aposentado cuja família dependa da renda, é o INSS que pode auxiliar o cidadão que dele precisar.

No entanto, alguns são os critérios que fazem de uma pessoa apta ou não para usufruir dos direitos que ela pode requerer junto ao INSS e o tempo e a forma de contribuição são algumas delas.

Tabela de contribuição mensal do INSS

 

Anualmente alguns cálculos precisam ser feitos para que nunca o número de pessoas que usufruem dos seus direitos adquiridos junto ao INSS seja mais numeroso do que a quantidade de trabalhadores em exercício de suas funções e que contribuam com o Instituto.

Uma vez observada a questão da proporcionalidade de contribuintes versos segurados recebendo recursos do INSS, é importante verificar como será a distribuição das quotas de aposentadoria que todas as pessoas com registro em carteira de trabalho devem recolher mensalmente.

E, obviamente, para que não exista risco para o empregado e nem para o empregador, é necessário que todas as partes envolvidas nesse trabalho estejam a par dos descontos do INSS que são e que devem ser gerados na folha de pagamento.

E, para isso, disponibilizamos a tabela dos pagamentos que devem ser feitos através de descontos em contracheque. Veja se os seus descontos estão sendo feitos corretamente:

Perceba: para cada faixa de salários dos trabalhadores domésticos há também uma alíquota fixa da quantia que se deve parar ao funcionário e contribuinte da empresa.

Abaixo, veja como é feito o desconto para demais contribuintes e suas faixas de salário:

Perceba: nas diferentes faixas salariais também há a adequação da quantidade que cada um deve pagar, gerando, assim, proporcionalidade entre valore a receber e a valores a pagar.

E a data de pagamento também é um dado muito relevante aqui: ele deve ser feito até o dia 15 do mês seguinte após aquele que está sendo declarado, para tudo dar certo na vida do trabalhador no momento que ele necessitar do amparo do INSS.

 

Contribuição ao INSS

Para ter direito a aposentadoria por idade (60 anos) terá que ter no mínimo 15 anos de contribuição, por isso é bom ver quanto tempo tem pago e continuar pagando para completar os 15 anos.

Se tem o nr. de inscrição, procure uma agência do INSS e eles tem no sistema quanto tempo que pagou.

Aposentadoria quando está de auxílio doença

A vantagem é tentar se aposentar direto pelo auxílio doença que o valor será melhor e vai ser o que está recebendo sem descontos.

O tempo encostado conta e caso liberem só entrar com o pedido, mas o cálculo será feito pela média e poderá ser menos do que está recebendo.

 

Regularizar pagamentos de INSS atrasados

O INSS só aceita pagamentos atrasados se na época tinha uma firma em seu nome ou era sócia de uma. Caso contrário não aceitam receber.

Não falou sua idade, mas pode se aposentar com 60 anos de idade e no mínimo 15 de contribuição. Para se aposentar por tempo de contribuição, terá que contribuir por mais 12 anos.

Cancelar aposentadoria no exterior

Quem mora no exterior deverá procurar o consulado brasileiro para dar entrada no cancelamento do benefício, anexando o certidão de óbito e número do benefício.

Quanto tempo falta para minha aposentadoria

Completando 65 anos de idade já pode se aposentar por idade, pois tem mais de 15 anos de contribuição.

Para se aposentar por tempo de contribuição, terá que completar 35 anos trabalhados e faltam pouco mais de 6 anos.

O programa Mais Médicos receberá apoio de médicos estrangeiros por mais cinco anos

O Ministério da Saúde anunciou, nessa última terça-feira, dia 13, que firmou um termo de cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde para renovar por mais cinco anos a ação de médicos cubanos para o programa Mais Médicos.

Como fazer o Simples Doméstico cadastramento e recolhimento de impostos

Incluir o tempo rural parcial na aposentadoria por tempo de contribuição

Esse documento formalizará a permanência desses médicos no país em caráter de intercâmbio, dando à população brasileira assistência médica básica em caráter continuado.

Esse termo assinado entre as duas instituições também considera a qualificação dos médicos – tanto os recebidos pelo Brasil quanto os brasileiros – como item essencial, bem como a troca de experiências de governo na atenção à saúde como formas de garantir melhor qualidade no atendimento à população.

Vale lembrar que, apesar de muito criticado no seu início, o programa Mais Médicos amplia o acesso à saúde e garante que mais pessoas tenham consignadas as garantias de que o Sistema Universal de Saúde continuará prestando atendimento à população brasileira, diminuindo tempos de espera e filas que dificultavam muito seu uso.

O programa também previa que médicos fossem encaminhados para regiões brasileiras que antes tinham grande deficiência no atendimento de saúde básica, uma vez que não havia pessoal qualificado para exercer as funções de forma a assegurar saúde e qualidade de vida para os habitantes de mais de quatro mil municípios brasileiros, beneficiando mais de 63 milhões de pessoas que antes tinham carência de atendimento de saúde.

É também essa ação do governo que hoje mantém médicos situados em 34 distritos de atendimento à população indígena, que antes tinha o acesso à saúde ainda mais dificultado por conta de sua especificidade.

Além de médicos estrangeiros, médicos brasileiros – o Mais Médicos em números

É fundamental também lembrar que no último ano houve um salto quantitativo importante no número de médicos brasileiros formados no Brasil que atuam também no Mais Médicos.

Dados revelam que em 2016 esse número de médicos era de apenas 3,8 mil, mas em 2017 já soma 5,2 mil, representando uma alta de 38% na população participante das ações que levam realmente saúde para quem mais precisa dela – a população desatendida e carente de hospitais e sistemas complexos de atenção.

Hoje, os números da ação governamental para garantir saúde básica para a população são os seguintes:

  • 8,5 médicos cubanos em regime de cooperação;
  • 8,4 mil médicos brasileiros formados no Brasil ou fora dele – com certidões de equivalência fornecidas pelo Ministério da Saúde;
  • 438 médicos intercambistas de outras nacionalidades, atuando sob regime e caráter temporário.

Aposentadoria e continuar trabalhando

Só entrar com o pedido da aposentadoria por idade. Pode continuar trabalhando normalmente normalmente e receber sua aposentadoria.

Não muda nada como empregado.

Solicitar a aposentadoria por idade ainda com processo na justiça

Pode entrar com o pedido por idade se já tem este direito. O INSS irá cancelar o seu processo em andamento na justiça e conceder a nova que já tem o direito.

É bom verificar se não terá perda no valor na aposentadoria por idade e por tempo de contribuição. Pode solicitar que o INSS faça o cálculo e resolver se espera ou não.